Saturday, August 26, 2006

Perdi a paciência

para o Saramago. Já não acho piada aos quilómetros de frases pejadas de ironia, sarcasmo e crítica à sociedade em geral e modernidade em particular. Tenho que comprar mais livros de Alfredo Bryce Echenique, ou melhor descobrir autores que me façam chorar. Como chorei com o "Principezinho", ou "A Origem", da Graça Pina de Morais, ou ainda, mas recentemente, com o "Quem ama não dorme", um livro que desapareceu cá de casa, cujo autor não me recordo do nome . Em vez disso entedio-me com "As Intermitências da Morte"...

3 comments:

fisher king said...

Chorar com o "Princepezinho"??? Mas porquê???
É um livro que todos deveriam ler uma vez por ano - para não esquecer.

subtilezas said...

na verdade nunca conseguir ler um livro do saramago. tentei, mas...não deu*

boneca de trapos said...

como hoje é o primeiro dia de trabalho depois de regressar das férias, e como calculam, o trauma está a ser grande - subscrevo inteiramente as palavras dos, até agora, comentadores habituais - beijo o Princípezinho e adormeço com o Saramago. mas juro que ainda não desisti: resta-me a esperança, desde o doc da Sirob.