Monday, July 24, 2006

Éramos oito

na Costa Nova. Brincámos, bebemos, comemos, rimo-nos até às lágrimas. Uns tinham sono, outros estavam tristes. Todos temos manias como gostar de mandar, de comer iogurtes com colheres de sopa, tirar catotas do nariz, mentir, deixar os pacotes de bolachas abertos para ficarem moles e sei lá que mais. Temos todos tiques a comer, o mais extravagante: lamber o indicador e o polegar ao mesmo tempo. Temos estrias e dores nas mamas. Uns gostam de leite magro, outro de meio gordo. Sabe tão bem partilhar um fim-de-semana com amigos! Eu regressei mais cedo e apetecia-me chorar no comboio.

4 comments:

Tato said...

Oh!

Inês said...

Que fique bem claro que o rapaz de marte INVENTOU as minhas manias, excepto a de enfiar o polegar e o indicador praticamente até à epiglote quando como pão ou tostas.
Quanto ao resto, a tua partida precoce serviu apenas para o rapaz que gosta de dizer "doem-me as mamas" não fazer mais nada por ele abaixo, a pretexto de ter passado duas horas num engarrafamento por tua causa. À noite, o empregado do restaurante pareceu sentir a tua falta: demorámos mais 20 minutos do que na véspera a fazer o pedido. Ou melhor: a marta demorou.
Quando o rapaz de marte tiver direito a mais um fds, repetimos. Mas só se jurares a pés juntos que não nos voltas a trocar por nenhum Crómio.

Inês said...
This comment has been removed by a blog administrator.
penso logo digo said...

Juro.