Tuesday, September 19, 2006

Ocorreu-me

que numa altura em que a minha filha está indecisa entre ser médica, presidente da república, polícia, ou as três coisas, eu ainda não sei o que quero ser quando for grande.

7 comments:

subtilezas said...

olha! eu também não!!

boneca de trapos said...

quando era miúda, eu queria ser bombeira, salvar vidas.hoje sou 'marketeeira' e a minha maior preocupação em em salvar-me a mim própria!! acho que sou tão versátil que nunca haverá uma só coisa que gostasse de fazer... o que interessa é sonhar e arriscar!

maf* said...

bom, a verdade é que eu também não sei, e sinto-o com uma grande tristeza. porque o que eu queria realmente era ter uma missão [ser super-herói... aqui, em áfrica ou na china ou qualquer coisa assim].
mas a bea está no bom caminho!
... porque esta minha falta de ambição vem de piquena, tendo em conta que eu queria ser menina-do-rancho ou professora-de-ginástica... e isso deve querer dizer tudo!

dora said...

A tua filha é de facto uma rapariga decidida. Eu queria ser bailarina ou pintora, as ambições humanitárias e políticas chegaram muito mais tarde.
E agora sou o que se vê, consola-me o facto de ser boa pessoa na maior parte do tempo e ter resgatado dois gatos do contentor do lixo.

Quanto a ti, acho que és bastante mais do que pensas, profissionalmente falando. És versátil, adaptas-te rapidamente, escreves muito bem e com rasgo, és desembaraçada e só te falta mesmo quebrar o karma e, por uma vez, estar no sítio certo na hora certa.
(espero que seja desta)

caldo de incongruências said...

humm!!! mas sabes o que queres para a tua filha...

é curioso que no outro dia fui mandado parar, por "excesso de velocidade" (fiquei sem perceber se era velocidade de circulação ou da vida!?!?!) pelo Sr Agente Cavaco e Silva que logo de seguida me fez umas análises ao sangue!!! de facto... a bea está no bom caminho ;) ehehehe

beijinhos

sirob said...

ocorre-me é que já és grande e a chiquinha ainda tem sonhos

penso logo digo said...

oh incongruências, isso não aconteceu mesmo, pois não?